Bexiga Hiperativa

A Bexiga Hiperativa (BH), é uma síndrome caracterizada pelos sintomas de urgência urinária acompanhada ou não de incontinência, geralmente envolve o aumento na frequência miccional, inclusive a frequência miccional noturna (nictúria), sem causa local ou metabólica. 
    A hiperatividade do detrusor, ou seja, presença de contrações vesicais involuntárias durante a fase de enchimento da bexiga pode afetar   ambos os sexos
em qualquer faixa etária e a incidência cresce com

aumento da idade. Estima-se 

Estima-se que a prevalência seja de mais de 30% dos indivíduos acima de 75 anos de idade. 

que a prevalência atinja mais de 30% dos indivíduos com mais de 75 anos de idade. O tratamento conservador é a primeira linha de conduta 

para Bexiga Hiperativa e divide-se em medicação

oral, reabilitação do assoalho pélvico e terapia comportamental, podendo ser feitos simultaneamente.    O tratamento fisioterapêutico engloba uma série de estratégias para se alcançar o sucesso terapêutico de pacientes com hiperatividade vesical. Dentre elas podemos citar o biofeedback, a eletroestimulação de baixa frequência e a cinesioterapia perineal, todos eles podendo ser associados à terapia comportamental. 

Contate-nos
whatsapp-logo-icone.png