Vaginismo

Vaginismo é uma disfunção sexual feminina onde existem espasmos involuntários do assoalho pélvico durante a tentativa de introdução do pênis, ou de algum objeto como absorvente interno ou especulum, na vagina.
Esses espasmos são causados por uma reação pélvica involuntária, como um reflexo de proteção, onde contrações do músculo do assoalho pélvico ao redor da vagina dificultam ou até mesmo impedem a penetração. Podemos fazer uma analogia ao ato de colocar os dedos nos olhos e como reagimos a isso, quando algum objeto ou os próprios dedos se aproximam dos nossos olhos tendemos a fechá-los.
Muitas mulheres, em algum momento de suas vidas, apresentam 

algum nível de vaginismo dificultando o intercurso sexual devido ao espasmo muscular e consequente dor. 

O tratamento do vaginismo envolve o desenvolvimento da percepção e consciência perineal, seguida do controle muscular do assoalho pélvico.

O vaginismo só é doloroso na tentativa de penetração. Em repouso, ou nas atividades diárias, é assintomático, logo,

se sentir dor nessas situações deve investigar outros possíveis diagnósticos.    O tratamento do vaginismo envolve o desenvolvimento da percepção e consciência perineal, seguida do controle muscular do assoalho pélvico. E para atingir tais objetivos terapêuticos podemos lançar mão de diferentes recursos, dentre os quais: o Biofeedback perineal, a radiofrequência, a eletroterapia, terapia manual, além do uso de dilatadores vaginais e dicas comportamentais.    A fisioterapia pélvica tem importante papel na reabilitação dessa disfunção, e não raro trabalhamos em parceria com psicólogos e sexólogos. A interdisciplinaridade é um ótimo caminho a seguir.

Contate-nos
whatsapp-logo-icone.png